22/02/2013 - 11:02 - Redação


Morador de Votuporanga presta depoimento de tortura dos "Irmãos Casemiro"


Waldemar Andreu

O Votuporanguense Waldemar Andreu prestou  ontem (21/2) depoimento na Comissão Verdade do Estado de São Paulo, que apura crimes políticos praticados pela repressão no período da Ditadura.

Ele foi convocado para prestar esclarecimentos no caso de tortura contra o também Votuporanguense, Dênis Casemiro, com o qual dividiu cela no DOI-Codi e Dops, na década de 70.

A trajetória envolvendo a tortura e assassinato dos irmãos Denis e Dimas Casemiro foi apresentada por Ivan Seixas, relator da Comissão Verdade. Ele leu um relatório confidencial de Flery e revelou que Casemiro teria fugido de um carro policial e foi baleado, perto de Ubatuba.

Quando era atendido no hospital, foi delegado por autoridades locais. Para Seixas, esse argumento é uma farsa para encobrir ferimentos de bala no corpo da vítima de tortura.

No interrogatório Andreu revelou que Casemiro teria sido fuzilado pelo xerifão delegado Fleury, como vingança pelo “justiçamento” de um suposto agente da CIA, chamado Boris.

O morador de Votuporanga também desmentiu o depoimento do delegado e disse que Casemiro teria implorado pela vida.  Andreu não foi encontrado pela reportagem do Votuporangatudo para comentar sua contribuição na Comissão. A morte de Dimas será investigada pelo grupo na próxima semana.

Comentários

HOME EXPEDIENTE CONTATO
© 2014 Votuporanga Tudo. Todos os direitos reservados.